“Violetas de Março” – Sarah Jio

#tbt #tbtmamaetalendo #AsVioletasDeMarço #SarahJio Li esse livro em 2016. “um antigo diário com o poder de mudar tudo… Se você tiver coragem de seguir”. É um romance sobre a força do amor, sobre as peças que o destino prega e sobre como podemos ser felizes mesmo quando tudo parece conspirar contra a felicidade. É lindo,…

“Confesse” – Colleen Hoover

É um livro fofo! 2º livro que leio de #ColleenHoover ou #CoHo como é conhecida e percebo várias diferenças, por exemplo, esse é para um público mais jovem (new adult). Muito bem escrito, doce, sensível, faz algum suspense, tem uma pinceladas de tensão, mas tudo bem leve, com as camadas dos personagens se sobressaindo aos…

“Mr. Romance” – Leisa Rayven

Sabe quando você escolhe um livro aleatório? E esse livro não tem seu tipo de história? Pensei… puts pelo título deve ser romance mamão com açúcar ou chicklilt. Mas aí você começa a ler e curte a leitura. Me pareceu um livro – filme “sessão da tarde”, tirando que tem algumas cenas sensuais/ sexys sim,…

Lidos dos mês – março 2018

Coluna de Fogo – Ken Follett   Um mais um – Jojo Moyes  A casa das marés – Jojo Moyes  Como eu era antes de você – Jojo Moyes Depois de você – Jojo Moyes Ainda sou eu – Jojo Moyes O Navio das noivas – Jojo Moyes A Baia da esperança – Jojo Moyes Origem…

“Um sedutor sem coração” – Lisa Kleypas

#UmSedutorSemCoração é o primeiro livro da série #OsRavenels de #LisaKleypas. E mal posso esperar pelos próximos! Até tenho idéia do contexto! Amei o primeiro, os personagens, as cenas. Um livro como realmente deve ser: divertido. Devon acaba de herdar um condado falido, e de bagagem: as três primas e a viúva do seu primo Kathleen….

“A estrela que nunca vai se apagar” – Esther Earl

#AEstrelaQueNuncaVaiSeApagar de #EstherEarl com #Lori e #Wayne Earl, é uma biografia de Esther Grace Earl, uma garota de doze anos que foi diagnosticada com câncer de tireóide no ano de 2006. Com o passar do tempo a doença progrediu e se espalhou. Mesmo com todo o desgaste físico e mental, ela lutou corajosamente para vencer essa…

“A vila dos pecados” – Soraya Abuchaim

Primeiro fiquei muito feliz de poder conhecer uma autora brasileira do gênero, muito legal! Ainda por cima acessível e bastante simpática, nem parece uma Dark Queen, como é conhecida. #Soraya Abuchaim escreve #AViladosPecados pela #EditoraCoerência e nesse livro toda a ação se passa no século XIX numa vila sombria e nefasta chamada Ponta Poente, onde…

“Propósito” – Sri Prem Baba

#SriPremBaba, um respeitoso líder humanitário e mestre espiritual, nos convida a ingressar com ele no livro #Propósito – A coragem de ser quem somos; em busca do conhecimento da Alma. Trata-se de um livro de poucas páginas e de aprofundamento sobre questões da vida, o que torna a leitura um tanto quanto reflexiva. O que…

“A mulher na janela”- A.J.Finn

Sabe aquela vontade de gritar um palavrão? Você já passou por isso com certeza. Mas vai querer fazer de novo quando acabar de ler #Amulhernajanela de #AJFinn. Que livro! Que suspense maravilhoso! Se você gosta de thrillers à la Hitchcock vai pirar. Bem construído, personagens bem amarrados, sem mimimi, objetivo, rápido, por vezes sarcástico. Pra…

“Bangalô “ – Sarah Jio

Pensa num livro favorito! Tão favorito que não tenho palavras para descrevê-lo! Por isso o #tbt #tbtmamaetalendo: #OBangalo #SarahJio da editora #NovoConceito. Minha primeira leitura de Sarah Jio foi #AsVioletasDeMarço (em breve, outro tbt), e me tornei fã assumida, me apaixonei tanto por ele que quando vi a capa do livro “O Bangalô”, (e que…

“É assim que acaba” – Colleen Hoover

Nunca leio sinopses. Compro sempre pelo tema, pela capa e pelos comentários sobre o livro. Resolvi ler algo de #ColleenHoover, que nem é meu estilo favorito e escolhi o mais falado recentemente: #éassimqueacaba da Editora Galera. Confesso que achei bem água com açúcar no início e não tão fluido como é do meu gosto. Pensei…

“O Conto de Aia” – Margaret Atwood

Em 99% das vezes que procuro uma resenha de um livro, espero encontrar nela a opinião de quem leu. A opinião mesmo, o que ela achou, e se ela gostou ou não do que leu. Porque não somos obrigados a gostar de tudo que lemos, mas acredito que mesmo quando a leitura é ruim, aprendemos…