“O último adeus” – Cynthia Hand

CE4E1745-7481-404C-AA35-22E85EC1A7D0.jpeg

#oúltimoadeus

Há alguns anos, a família Riggs era feliz. Mas, devido a alguns acontecimentos, isso foi mudando.

Primeiro, quando Alexis tinha 15 anos, seu pai anunciou que estava saindo de casa, estava apaixonado por outra mulher. Isso abalou a todos, sua mãe entristeceu, mas no fundo esperava que ele voltaria para casa.

Tyler, seu irmão mais novo guardou uma grande raiva do pai, e não entendia como ele tinha conseguido fazer isso com eles.

Após a separação dos pais, Ty, havia tentado se matar (sem sucesso), tomando uma grande quantidade de comprimidos.

Durante essa fase da família Riggs, Alexis foi a que se manteve mais forte e prometeu a seu irmão ajuda-lo sempre que precisasse.

E depois de alguns anos, o fato que acabou com a família: a morte de Ty.

Lex em que está no último ano do colégio, onde espera receber a carta de admissão de MIT – Massachusetts Institute of Technology (Lex é uma gênia da matemática) sua vida virou de ponta cabeça. Sua mãe está abalada e chora o tempo todo e seu relacionamento com o pai está cada vez mais distante e com poucas palavras.

Desde a morte de Ty, Lex tem feito terapia. E Dave, o terapeuta, sugeriu que ela escrevesse em um diário tudo o que quiser, pois ele acha que ela está tendo dificuldades de expressar seus sentimentos.

O que não deixa de ser mentira. Lex sabe que está cada mais sozinha e se distanciando de seus amigos, e até mesmo de Steven, que há pouco tempo era seu namorado.

Nesse misto de emoções, Lex sente raiva, culpa, tristeza, amor e uma saudade absurda de Ty, e queria poder ter feito mais, queria ter prestado atenção nos detalhes e evitado que seu irmão se suicidasse.

Mas por fim, Lex entende que apenas uma pessoa poderia ter salvo Ty: ele mesmo.

#oúltimoadeus traz à tona um tema delicado, o suicídio de jovens, mas que infelizmente tem se tornado um número cada vez maior. Neste livro, Lex relata o sofrimento de quem fica, nos mostra que a dor da perda é terrível e que a saudade sempre estará presente. Mas Lex nos ensina que devemos lembrar dos momentos bons, por mais bobos que sejam, eles de certa forma, aos poucos vão preenchendo o vazio que a pessoa amada deixou.

#sinopse

#oultimoadeus é narrado em primeira pessoa por Lex, uma garota de 18 anos que começa a escrever um diário a pedido do seu terapeuta, como forma de conseguir expressar seus sentimentos retraídos. Há apenas sete semanas, Tyler, seu irmão mais novo, cometeu suicídio, e a universidade ela não consegue mais lembrar de como é se sentir feliz. O divórcio dos seus pais, as provas para entrar na universidade, os gastos com seu carro velho. Ter que lidar com a rotina mergulhada numa apatia profunda é um desafio diário que ela não tem como evitar. E no meio desse vazio, Lex e sua mãe começam a sentir a presença do irmão. Fantasma, loucura ou apenas a saudade falando alto? Eis umas das grandes questões desse livro apaixonante. #oultimoadeus é sobre o que vem depois da morte, quando todo mundo parece estar seguindo adiante com sua própria vida, menos você. Lex busca uma forma de lidar com seus sentimentos e tem apenas nós, leitores, como amigos confidentes.

Autora

Cynthia Hand é a autora da trilogia Sobrenatural, Incluída na lista de best-sellers do New Yorkk Times. Nascida no sudeste de Idaho, ela é formada em escrita criativa na Boise State University e na Universidade de Nebraska-Lincoln. Nos últimos sete anos, lecionou redação na Pepperdine University no sul da Califórnia. Ela e a família recentemente se mudaram de volta para Idaho, onde estão curtindo o ar fresco.

A autora deixou claro que este livro é um romance de ficção, mas ela nos revela que perdeu seu irmão mais novo quando ele tinha 17 anos. Ele se matou em 1999.

Anúncios

Deixe uma resposta