“À sombra da lua” – Marcos DeBrito

72C5DEFD-A87D-4D84-BF22-BED84A7AE1B5

À sombra da lua 

Editora: Rocco

Lançamento: 2013

Gênero: Ficção brasileira

Número de páginas: 286

ISBN: 978-85-325-2816-2

Vila Socorro é uma cidade pacata. Todos se conhecem. Um povoado tranquilo, local ideal para se viver. Mas é na calada da noite, quando a Lua Cheia toma conta do céu, o terror passa a reinar, tirando a paz de todos os que ali vivem. Corpos mutilados, de crianças, mulheres, homens e animais são encontrados no dia seguinte de lua cheia. 

Se passa em dois tempos diferentes, presente e passado, alternadas durante a narrativa, tudo o que ocorre na Vila Socorro vem decorrendo desde o século anterior. 

Como sabem sou a mocinha do romance de época, romance em época de guerra, mas mergulhei fundo pra conhecer melhor o autor e sua escrita. E quer saber? Amei. De verdade. A escrita é excepcional, a história muito bem contada e com embasamentos históricos importantíssimos, apresenta uma gama teórica e folclórica sobre os lobisomens, inclusive na visão religiosa! 

Enfim, impecável!

Fiquei receosa, com medo de sentir medo.  Mas o próprio autor me disse, é um terror introdutório! Senti alguns frios na espinha, pois de fato, os detalhes e acontecimentos são tão bem descritos, que você consegue se ver nos cenários, interagindo com os personagens. 

Só um parênteses, rsrs, até ri de mim mesma! Imagine você lendo um livro sobre lobisomem, à noite, seus filhos dormindo, maior silêncio, e ouve um barulho enorme vindo da lavanderia, mega susto! Era somente a máquina de lavar! E não, não era lua cheia! Rsrs!

Eu, a mocinha romântica, recomendo demais! Já sou fã e aguardo ansiosa o próximo livro. 

Sinopse

“Vila Socorro, 1920. O aparecimento de corpos trucidados nos arredores da floresta tira o sono dos moradores de um pequeno vilarejo no interior de São Paulo. Álvaro, sobrevivente de uma tragédia que massacrou sua família, está apaixonado por Alana, filha do médico local, que lhe retribui o sentimento. Enquanto representantes do povoado tentam acabar com o ciclo de mortes, o amor entre os jovens floresce – ao menos até a chegada da lua cheia.”

resenha by Bianca Brandao

Deixe uma resposta