“A luz que perdemos” – Jill Santopolo

59DE2470-D893-42BB-943A-48812F0FCA7C

Grata surpresa. Da série: livro-desopilador-de-fígado. Hahaha, pra alguém como eu que lê tudo que tenha sangue, tem uma hora que compensa entremear um romance, um draminha, uma comédia né? #ALuzQuePerdemos é assim, uma calmaria entre as tempestades. Fácil, leve, rápido, devorei em 1 dia e meio. Capítulos pequeninos e autora bem resolvida. Mas apesar de toda essa fluidez, não passa batido toda a complexidade dada aos personagens principais.

Lucy e Gabe se conhecem num dia marcante: 11 de setembro de 2001 em NY. Quem não lembra onde estava nesse exato dia pela manhã? O mundo inteiro com toda certeza. E hoje, exatos 17 anos depois, não podemos deixar de pensar em toda a tristeza e desespero que nos uniu nesse dia. E já que não podemos mudar o imutável, pelo menos vamos amenizar com uma leitura fluida, que toque o nosso coração de forma acalentadora. E esse encontro dos dois protagonistas do livro de #JillSantopolo, pra mim é isso, um bálsamo. Não estou garantindo finais felizes não, mas um olhar pra dentro, com os sentimentos aflorados, faz bem à alma. E essa história contada pela autora pode ser a sua, a minha, a de todos nós, de tão fofa e despretensiosa que é. 

Quem nunca teve um coração partido pelas circunstâncias da vida? Quem nunca foi impactado por decisões que mudaram todo o rumo da nossa história…

Entre encontros e desencontros Lucy e Gabe fazem uma linda ode ao amor, à renúncia, ao perdão.

Ah, que delícia de livro. 

3E6A608E-9324-4C32-A526-D1B6FD5A4AD0
Jill Santopolo

O livro de Jill já foi traduzido pra 35 idiomas e é best-seller. A autora começou a escrever aos 3 anos! Escreve para o público infantil há bastante tempo, inclusive ilustrou varios de seus livros. Hoje mora em Nova York.

7EFB958B-9953-47E0-98F9-F5EB971BDF7D
Capa do livro nos EUA, com comentário de Emily Giffin

#sinopse

Da lista de mais vendidos do The New York Times, USA Today e Publishers Weekly.

“Fãs de Um dia e Como eu era antes de você vão se apaixonar e chorar por este livro.” – New York Post

“Jill Santopolo explora muito bem os temas da paixão, do destino e do que verdadeiramente faz uma boa pessoa. Uma história bela e devastadora, que vai cativar os leitores.” – Kirkus Reviews

A luz que perdemos é um romance impactante sobre o poder do primeiro amor. Uma ode comovente aos sacrifícios que fazemos em nome dos nossos sonhos e uma reflexão sobre os extremos que perseguimos em nome do amor.

Lucy e Gabe se conhecem na faculdade na manhã de 11 de setembro de 2001. No mesmo instante, dois aviões colidem com as Torres Gêmeas. Ao ver as chamas arderem em Nova York, eles decidem que querem fazer algo importante com suas vidas, algo que promova uma diferença no mundo.

Quando se veem de novo, um ano depois, parece um encontro predestinado. Só que Gabe é enviado ao Oriente Médio como fotojornalista e Lucy decide investir em sua carreira em Nova York.

Nos treze anos que se seguem, o caminho dos dois se cruza e se afasta muitas vezes, numa odisseia de sonhos, desejo, ciúme, traição e, acima de tudo, amor. Lucy começa um relacionamento com o lindo e confiável Darren, enquanto Gabe viaja o mundo. Mesmo separados pela distância, eles jamais deixam o coração um do outro.

Ao longo dessa jornada emocional, Lucy começa a se fazer perguntas fundamentais sobre destino e livre-arbítrio: será que foi o destino que os uniu? E, agora, é por escolha própria que eles estão separados?

resenha by Sylvia Tavares

 

Deixe uma resposta