“A guerra que salvou a minha vida” – Kimberly BrubakerBradley

2F69D659-3D00-43AB-AD23-DA14AD12A9DF⠀⠀

Resenha: Ada, uma garotinha de dez anos vive com A Mãe e o irmão caçula Jamie em um pequeno apartamento em Londres, no período da Segunda Guerra Mundial. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Jamie leva sua vida infantil quase como outra criança qualquer… Já Ada não teve a mesma sorte pois nasceu com uma deficiência no pé direito o que, segundo A Mãe, a impedia de sair de casa e agir como as outras crianças da sua idade.

Cansada de ser tratada com indiferença, Ada viu na guerra uma oportunidade de fugir quando a Alemanha ameaçou tomar Londre e as crianças “boas” estavam sendo evacuadas para o interior a fim de escaparem dos bombardeios. Assim, os dois irmãos embarcam rumo ao desconhecido levando consigo apenas a esperança que tinham nutrido em seus corações ingênuos de criança.

Devo dizer que nunca li um livro com uma historia tão forte e triste em toda a minha vida. Embora todos os livros sobre guerra sejam muito tristes…

Conhecemos a história pelos olhos de uma criança que teve a infância roubada pela maldade do mundo. O preconceito e a intolerância assombrou Ada dentro de sua própria casa. O lugar onde deveria ser seu lar, refúgio, porto seguro, era pra menina um inferno particular.

Por tudo que passou em casa, Ada é arredia, madura demais pra sua pouca idade. Jamie, seu irmão, é bem chatinho, mas não me imagino com 6 anos de idade passando por tudo que eles passaram, sendo diferentes do que são.

Todos os dois sofreram traumas, viram coisas que crianças não deveriam ver e passaram por coisas que não deveriam passar. Mas uma nova chance lhes é dada, e Ada vai agarrar com unhas e dentes a oportunidade de ser feliz.

Falando da edição, essa da darkside está um arraso desde a lombada, às páginas, as ilustrações… Até a última folha. Diagramação boa e tamanho confortável. Vale a pena ter o livro exposto na estante.

Indico o livro para todos aqueles que gostam de um drama forte, e que querem buscar motivos para sorrir, para amar a vida e se emocionar.

Resenha by Marcela @coruja_literaria

BA4ECC1D-479A-4CE7-A8A7-420418099A5E

Sinopse

A Guerra que Salvou a Minha Vida é um daqueles romances que você lê com um nó no peito, sorrisos no rosto e – entre um parágrafo e outro – lágrimas nos olhos. Uma obra sobre as muitas batalhas que precisamos vencer para conquistar nosso lugar no mundo. Ada tem dez anos (ao menos é o que ela acha). A menina nunca saiu de casa, para não envergonhar a mãe na frente dos outros. Da janela, vê o irmão brincar, correr, pular – coisas que qualquer criança sabe fazer. Qualquer criança que não tenha nascido com um “pé torto” como o seu. Trancada num apartamento, Ada cuida da casa e do irmão sozinha, além de ter que escapar dos maus-tratos diários que sofre da mãe. Ainda bem que há uma guerra se aproximando. Os possíveis bombardeios de Hitler são a oportunidade perfeita para Ada e o caçula Jamie deixarem Londres e partirem para o interior, em busca de uma vida melhor.”

65689321-996B-420C-9C74-6092BB0E3AEF.jpeg

Deixe uma resposta