“O que Alice esqueceu” – Liane Moriarty

1411334C-CDFB-4228-9D96-26B0B50189E7

Sabe quando a vida precisa de mudanças?

Imagine você acordar apaixonada por seu marido e estar grávida, e aí descobre que na verdade seu filho já nasceu, tem 10 anos, tem outros dois filhos e está se separando. Foi assim com Alice. 10 anos apagados da sua memória. 

Desesperador né.

Vou contar um episódio particular… meu filho há um ano caiu e apagou 10 dias da sua memória, foi assustador. A confusão na cabeça dele com 10 dias perdidos… imagine 10 anos?  Graças a Deus a memória dele voltou aos poucos e ele lembra do episódio fazendo graça. 

Voltando a falar de Alice, esse livro me pegou de jeito. Mostra que as mudanças, novas perspectivas podem ser construídas sem necessidade de se “esquecer” tudo, as lembranças tem seu valor e nos impulsionam a mudar, reconstruir e perdoar. 

Sou fã dos livros da Liane, a narrativa é bem fluida, o que instiga a ler sem parar até o final. E claro, os conflitos familiares estão presentes e são muito próximos da nossa realidade – marido, filhos, irmãos, trabalho, mulher moderna, etc.

Leitura recomendada!

Sinopse

Alice tinha certeza de que era feliz: aos 29 anos, casada com Nick, um marido lindo e amoroso, aguardando o nascimento do primeiro filho rodeada pela linda família formada por sua irmã, a mãe atenciosa e a avó. Mas tudo parece ir por água abaixo quando ela acorda no chão da academia… dez anos depois!

Enquanto tenta descobrir o que aconteceu nesse período, Alice percebe que se tornou alguém muito diferente: uma pessoa que não tem quase nada em comum com quem ela era na juventude e, pior, de quem ela não gosta nem um pouco.

Ao retratar a vida doméstica moderna provocando no leitor muitas risadas e surpresas, Liane Moriarty constrói uma narrativa ao mesmo tempo ágil e leve sobre recomeços, o que queremos lembrar e o que nos esforçamos para esquecer. 

Resenha by Bianca Brandão

Deixe uma resposta