“Canções de ninar de Auschwitz” – Mario Escobar

9D3E709E-7F85-41EE-AEBA-21A2169801A1
Amo livros cujo tema é a Segunda Guerra Mundial, e com esse não foi diferente. Meus sentimentos para com os relatos, sobreviventes são os mesmos e só aumentam.
Em 1943 Helene, seu marido cigano e os cinco filhos foram retirados de casa por soldados de forma covarde. Por ser alemã, Helene poderia escolher entre ir ou ficar…, mas como mãe, decidiu partir com seus filhos para onde quer que fossem leva-los.
 Após uma viagem dura e infernal, Helene chega em Auschwitz. É colocada em um barracão com mulheres russas já endurecidas pelo sofrimento e sem qualquer resquício de humanidade. Ao se envolver em um conflito com uma delas, Helene é acolhida por Anna, uma senhora amável que a ensinou a sobreviver em meio a condições tão deploráveis.
  Por ser considerada “ariana” e enfermeira, ela conseguiu alguns privilégios no campo, um deles foi ser convidada pelo terrível Josef Mengele para ser diretora de uma creche no campo de concentração. Proposta estranha, mas que deu ânimo e esperança para Helene.
Um livro triste e muito angustiante. Lágrimas vem aos olhos sempre que um relato se torna doloroso demais para ser lido. Mas leituras sobre o holocausto são necessárias, para que essas atrocidades não se repitam.
Resenha by Marcela Gomes Gonçalves @corujaliteraria23
sinopse
Neste livro, Mario Escobar conta a trajetória real de uma família que passou 16 meses encarcerada em um campo de concentração nazista. Helene Hannemann era alemã, mas mesmo assim optou por partir para Auschwitz junto de seu marido e os cinco filhos com ascendência cigana quando os policiais da Gestapo bateram à sua porta. Por ser enfermeira, mas, sobretudo, alemã, Helene foi escolhida pelo médico Josef Mengele, mais tarde conhecido como ‘O Anjo da Morte’, para ser a diretora do jardim de infância do campo. No final da guerra, entre os papéis de Mengele, foi encontrado o diário que Helene manteve durante todo o seu período no campo de extermínio. Tendo como base a infeliz história daquela família, o autor nos emociona e surpreende ao narrar os medos, privações, torturas e até mesmo histórias de superação que milhares de pessoas vivenciaram sob o poder dos nazistas.
Anúncios

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s