“Um amor perdido” – Alysson Richman

353BF515-88D7-4EC3-B99D-23F88EF6EFE7.jpeg

Título Original: The Lost Wife

Gênero do Livro: Romance, Ficção

Editora: Bertrand Brasil

Ano de Publicação: 2018

Número de Páginas: 336

Código ISBN: 9788528622645

 

Um Amor Perdido de Alysson Richman é uma leitura típica a te enviar para uma ressaca literária. São tantas emoções… Uma verdadeira montanha russa de sentimentos que se vive durante a leitura. Um romance repleto de acontecimentos, com um final lindíssimo, improvável e baseado em uma história real. 

Fazia tempo que não me comovia tanto com uma leitura ambientada na segunda guerra. Sempre procuro estudar os fatos históricos, mas esse… me pegou de jeito, e me emocionei pra valer. 

No período pré-guerra, Lenka é uma estudante de arte talentosa. Ela conhece Josef, irmão de sua amiga de faculdade Veruska, e se apaixonam, com grandes planos para o futuro. 

Infelizmente os planos são interrompidos devido a guerra. Ambos são judeus e o que antes era uma ameaça de crueldade contra seu povo se torna realidade.

Josef tenta convencer Lenka, mesmo após o casamento, a fugir com ele para os Estados Unidos, mas ela foi irredutível em largar sua família e pede que ele vá na frente e busque sua família depois. 

E assim cada um seguiu um caminho. As narrativas são alternadas entre Josef e Lenka. Josef com sua nova vida e Lenka no campo de concentração em Terezín como pintora. 

Como disse anteriormente leio esses livros procurando os embasamentos históricos, e alguns personagens citados nos livros, como Dina, realmente existiu, e esse campo de concentração era repleto de artistas, músicos, pintores, etc. 

Impactante. É a melhor palavra a definir esse livro. 

Lenka é a representação do que a guerra pode fazer. Se transformou de artista promissora e cheia de vida, em uma mulher que só quer proteger seus entes e sobreviver. O terror que ela passou é real. 

Terezín era considerado um campo de concentração mais “ameno” que os demais, mas os terrores eram os mesmos, e ao aproximar do final da guerra todos os campos estavam igualmente apavorantes.  

E então somos transportados ao presente, e não é spoiler porque está no primeiro capitulo, e finalmente Lenka e Josef se reencontram, após décadas, no casamento dos seus netos… emocionante. E segundo o autor a ideia dessa história foi baseada em uma história real. 

Leitura mais que recomendada. 

Sinopse: Separados pela guerra, ligados pela memória: uma história envolvente e instigante no rastro da Segunda Guerra Mundial. Na Praga do pré-guerra, Lenka, uma jovem estudante de arte, apaixona-se por Josef, um médico recém-formado. Eles vivem cheios de ideais e de sonhos para o futuro, mas também são judeus e muito ligados à família. Casam-se, mas, pouco tempo depois, como tantas outras famílias, são separados pela guerra. As escolhas impostas pelo destino os afastam, mas deixam marcas permanentes: o caos e as informações truncadas dos tempos de guerra os levam a crer que o outro morre. Na América, Josef torna-se um obstetra bem-sucedido e constrói uma família, apesar de nunca esquecer a mulher que acredita ter morrido. No gueto de Terezín, Lenka sobrevive graças aos seus dotes artísticos e à memória de um marido que julgava nunca voltar a ver. Apesar de todas as provações e dos infortúnios, mantém a chama daquele primeiro amor acesa, guardada em seu coração. Da glamorosa vida em Praga antes da ocupação aos horrores da Europa nazista, Um Amor Perdido explora o poder do primeiro amor, a resiliência do espírito humano e a eterna capacidade de recordar.

Resenha by Bianca Brandão

1 comentário Adicione o seu

Deixe uma resposta