“The Outsider” – Stephen King

943613D6-CA1B-4820-B155-5508F530FE2E

Ficha Técnica

Título original: THE OUTSIDER

Tradução: Regiane Winarski

Páginas: 528

Formato: 16.00 X 23.00 cm

Peso: 0.699 kg

Acabamento: Brochura

Lançamento: 15/06/2018

ISBN: 9788556510679

Selo: Suma de Letras

Um crime indescritível. Uma investigação inexplicável. Uma das histórias mais perturbadoras de Stephen King dos últimos tempos.

 

Resenha

A cada livro que leio de Setephen King mais me assombro com a sua capacidade narrativa. Ele possui uma criatividade absurda, um ritmo de escrita contagiante, conduzindo o leitor aos mais variados cenários e experiências. Um gênio, mesmo tendo alguns tropeços literários no passado.

Outsider não é diferente. Confesso que devorei o livro em 3 dias (adentrei as noites…). A leitura me prendeu com a muito não acontecia. A história começa com o assassinato brutal de um menino na pequena cidade de Flint City. Após uma investigação realizada pelo detetive Ralph Anderson e sua equipe, todas as pistas, evidências (digitais e DNA) e testemunhas apontavam para Terry Maitland, treinador quase herói da cidade. Acontece que o Treinador T tinha um álibi irrefutável, ele estava em outra cidade, em uma palestra e noite de autógrafos de Harlan Coben, evento que fora televisionado e mostra o suspeito em 1º plano nos vídeos, além de várias testemunhas oculares.

Como Terry poderia estar em 2 lugares ao mesmo tempo? Desta dúvida parte toda a trama do livro. A batalha travada entre o Detetive Anderson e equipe policial com provas incontestáveis de que o crime fora cometido por Terry e o renomado advogado de defesa, Howie Gold que apresenta provas da inocência tão verossímeis que não sabemos em quem acreditar, conduzem o leitor por um caminho que inicialmente se apresenta com uma história policial muito bem narrada, mas se desenvolve para algo além das expectativas.

“Não há fim para o universo”. 

King nos apresenta personagens de fácil empatia, bem caracterizados dentro dos perfis já conhecidos do autor e para a felicidade de seus fãs, introduz na história queridos personagens já conhecidos por seu público (não darei nenhum spoiler!!).

“Acho que você esteve aqui. Não no mausoléu, mas perto. Onde conseguia sentir o cheiro das lágrimas quando o vento estava na direção certa. Onde conseguia ouvir as gargalhadas dos homens ou garotos que empurraram a lápide de Heath Holmes e depois provavelmente urinaram no túmulo dele.”

O ritmo da narrativa é rápido, com transições bem marcadas e enredo muito bem amarrado. O suspense/terror é apresentado gradualmente, o que torna a história convincente, não perdendo em nada para os melhores livros do mestre.

Claro que durante a leitura não há como não ter uma sensação de déjà vu, uma vez que algumas passagens lembram trabalhos passado de King como IT – A Coisa ou Mr. Mercedes (que por sinal gostei bastante), mas ao final da leitura tive a certeza de ter tido uma experiencia diferente, sombria e marcante que mexeu com os meus medos. 

Por sinal, posso dizer que este foi o melhor livro de King nos últimos tempos, entrando, sem sombra de dúvidas, para minha lista de Top 10 do gênero terror/suspense.

“— Ele não está no inferno — …. — Ele carrega o inferno.”

“Uma criatura que vive de infelicidade, um comedor de sofrimento em vez de um comedor de pecados, …”.

“”A realidade é como gelo fino, mas a maioria das pessoas patina a vida toda e nunca cai, só no finalzinho.”

  “Uma história envolvente que mexe com todos os nossos medos… Para os fãs dos livros antigos de King, como It: a Coisa.” — Kirkus Reviews

Resenha by Tatiana Mesquita

3 comentários Adicione o seu

  1. Pedro Silva disse:

    Esse livro entrou para minha lista de leitura desde o lançamento, mas ainda não consegui nem começar a ler. Já li alguns outros títulos do King, mas não foram todos que conseguiram me prender. Só de curiosidade, quais foram seus preferidos?

    1. mamaetalendo disse:

      Oi Pedro, desculpe o atraso na resposta. Gosto muito de Joyland, Trilogia Bill Hodges, It, O Iluminado e Outsider. E vc ? já leu algum destes títulos? Qual gostou mais? Abr.

Deixe uma resposta