“Nada escapa a Lady Whistledown” – Julia Quinn

 

6E23A27C-17A7-4858-8B9D-4B8BCDF7CD0D

Post duplo para o dia de hoje. Em comemoração à #semanadosnamorados. 

Nada escapa a Lady Whistledown é mais um livro com contos, e os quatro contos foram escritos por Julia Quinn, Mia Ryan, Karen Hawkins e Suzanne Enoch, mestres em romance de época. 

Não sou muito fã de contos, mas apaixonei em “Contra Ataca” , e Lady Whistledown, personagem icônico da série os Bridgertons, não, não vou revelar sua identidade, está mais afiada que nunca! 

Ahhhh e sua personagem, na sua identidade verdadeira aparece nos contos. Não. Não vou soltar spoiler! Rsrs!

As quatro histórias acontecem ao mesmo tempo, e muitas vezes, como no livro anterior, se cruzam, se entrelaçam, se misturam e se completam. 

Não sei dizer qual dos dois gostei mais, a verdade é que indico os dois, é uma deliciosa leitura!

Sinopse

Em Nada Escapa a Lady Whistledown, a cronista eternizada por Julia Quinn continua a revelar os acontecimentos mais apimentados da temporada londrina. Suas colunas são o fio condutor das quatro histórias que formam esta encantadora e divertida coletânea.

Há tanto a ser dito sobre o baile oferecido por lady Trowbridge, em Hampstead, que esta autora não teria como contar tudo em só uma coluna…

Crônicas da sociedade de lady Whistledown, maio de 1813

Julia Quinn encanta…

A alta sociedade está em polvorosa, afinal a debutante mais promissora da temporada foi rejeitada por seu pretendente… apenas para ser conquistada em seguida pelo charmoso irmão mais velho do canalha que não a quis.

Suzanne Enoch fascina…

Um futuro noivo fica sabendo que o comportamento escandaloso de sua bela prometida foi parar na coluna de lady Whistledown e volta correndo para Londres com o intuito de ganhar o coração da moça de uma vez por todas.

Karen Hawkins seduz…

Um conhecido libertino tem sua amizade mais antiga e seu coração postos à prova quando uma adorável dama se encanta por outro cavalheiro.

Mia Ryan delicia…

Uma jovem é despejada da própria casa por um detestável – embora charmoso – marquês que pretende tomar posse não apenas do imóvel, mas também de sua antiga moradora.

Resenha by Bianca Brandão

1 comentário Adicione o seu

Deixe uma resposta